Skip to main content

Mais enxuto, modelo de negócio não requer muitas despesas fixas, que acabam sendo entraves no desenvolvimento de qualquer empresa.

Empreender sem um ponto comercial é o desejo de muita gente por conta dos altos custos envolvidos. Para montar uma estrutura física, além de dinheiro, é preciso que o empresário dedique seu tempo a isso. É necessário pesquisar um local adequado, elaborar um projeto e colocá-lo em prática, o que nem sempre é tarefa das mais simples.

Por isso, negócios que podem ser tocados de casa tem sido uma boa pedida para quem não quer enfrentar este tipo de problema. É o caso das franquias ‘home based’, que muitas vezes necessitam de apenas um computador e um celular para que o franqueado possa trabalhar.

Segundo dados divulgados no primeiro trimestre de 2018 pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), a participação da modalidade “Outros” no universo de franquias, que abrange operações ‘home based’, ‘delivery’ e venda direta, aumentou de 3% para 5%. Já as lojas tradicionais recuaram de 90% para 88%.

Além de oferecer valor de investimento baixo, este tipo de negócio não requer muitas despesas fixas, que acabam sendo entraves no desenvolvimento de qualquer empresa.

Para Kawel Lotti, fundador e CEO da Ceofood, uma franquia de aplicativo de ‘delivery’ gastronômico, este modelo vai além da questão estrutural. “Hoje o Brasil tem milhões de pessoas desempregadas e a economia ainda não vai bem. As dificuldades são grandes e o povo não tem dinheiro para montar uma empresa de R$100 mil, R$200 mil. Neste sentido, modalidades de baixo investimento se apresentam como uma alternativa para quem quer empreender”, explica.

Abaixo, listamos sete opções de franquias que necessitam de apenas um computador e um celular para trabalhar. Confira:

  • Ceofood

Lançada em março de 2018, a Ceofood é uma franquia de aplicativo de delivery gastronômico focada em periferias e cidades do interior.

Na prática, o franqueado atua com a prospecção de novos restaurantes para o aplicativo, que conta com mais de três mil estabelecimentos cadastrados.

O valor das mensalidades pagas pelos comércios varia entre R$99 e R$299. Para investir em uma unidade, o valor parte de R$4.990 mil com tempo médio de retorno previsto para até 12 meses (depende da atuação do franqueado).

  • Cia do Sono

A compra de um colchão sempre exigiu tempo para que o consumidor pudesse escolher, experimentar e tirar todas as dúvidas junto ao vendedor. Em contramão ao costume, a Cia do Sono inovou com um novo modelo de negócio para a venda do produto. A empresa desenvolveu o modelo de microfranqueados da rede realizarem a venda a domicilio, podendo assim, levar o produto até o consumidor. Existem duas opções para quem quer ser um micro franqueado: a pessoa pode pagar o investimento e começar diretamente, ou entrar como trainee e depois da décima venda passa a ser um microfranqueado. Para quem quer começar diretamente o valor de investimento indicado pela franqueadora parte de R$ 5.800,00 de taxa e mais R$ 2.500,00 em produtos para começar. O prazo de retorno médio de dois meses.

  • PremiaPão

Criada em 2015, a PremiaPão é uma rede de franquias que comercializa espaços publicitários em sacos de pão. Com mais de 260 unidades espalhadas entre cidades do interior e capitais, a rede se notabiliza pelos sorteios mensais de prêmios para quem adquire os sacos de pão. O franqueado da marca atua com a prospecção de novos anunciantes e as unidades operam exclusivamente em modelo home based. Para abrir uma operação, o investimento indicado pela franqueadora parte de R$8 mil com tempo médio de retorno previsto para até quatro meses (depende da atuação do franqueado).

  • TFlow                              

A TFlow, franquia de vestuário masculino, entrou para o franchising em 2017 com dois modelos de negócios: quiosque em shopping, chamado de franqueado Rubi; e formato de venda direta, conhecido como franqueado Ouro. A marca, que produz camisetas, shorts e bonés para o publico masculino, também oferece a linha “Mete o Loco”, com estampas diferenciadas que mudam a cada 45 dias. Preferência entre os sertanejos, a TFlow veste celebridades como as duplas Jorge & Mateus, Fernando & Sorocaba, Matheus & Kauan. Para investir na marca, que nasceu no interior de São Paulo, o valor parte de R$15 mil com prazo de retorno de até três meses.

  • Dr. Infiltração

A franquia existe desde junho de 2017 e atua na prevenção e manutenção de infiltração em imóveis. Com tecnologia própria, a empresa está presente em nove estados brasileiros e conta atualmente com 22 operações. O formato de franquia é o ‘home based’ e cada franqueado precisa apenas de um veículo para transportar o equipamento patenteado pela Dr. Infiltração. O investimento inicial é de R$19,7 mil.

Única no segmento, a Franquia de Precatórios trabalha com a compra de precatórios federais. Com apenas 2% destes títulos sendo comercializados, a demora do governo em pagar as dívidas criou um mercado ascendente e ainda pouco explorado. O interessado em entrar no negócio não precisa ter conhecimento jurídico e atua com modelo home based. Toda a auditoria é feita pela franqueadora. Em agosto da franqueadora relançou seu modelo tributário. Na Franquia Tributária o franqueado vende precatórios municipais ou estaduais e direitos creditórios federais para empresas e pessoas físicas podem usar esses títulos para pagar suas dívidas. Atualmente a rede conta com 130 franqueados. A taxa de franquia é de R$20 mil, podendo ser paga em quatro parcelas semestrais. O tempo para retorno do investimento varia entre três e seis meses.

  • Nutrimais

A Nutrimais é a primeira e maior rede de franquias de agronegócios na área de saúde animal. Fundada em 2012, a empresa conta com 180 franqueados em diversas regiões do Brasil. A rede comercializa alimentos para diferentes tipos de animais rurais, como bovinos, equinos, ovinos, caprinos, suínos e aves. Enriquecidos com probióticos, prebióticos e com fontes de proteína e energia, esses produtos contribuem para o equilíbrio do metabolismo do rebanho, promovendo um melhor aproveitamento dos nutrientes. A vantagem de se tornar um franqueado é o baixo valor de investimento inicial, que é de R$34.900 e já inclui uma tonelada de produto para iniciar o negócio. O prazo de retorno desse valor é de três a seis meses.

  • Mil e Uma Sapatilhas

Criada em 2015, em São Paulo, a Mil e Uma Sapatilhas é um negócio especializado no comércio de sapatilhas com preço acessível. Com produtos voltados para as classes B, C e D, os calçados custam entre R$ 35 e R$ 75. Em menos de três anos de operação, foram comercializados mais de dois milhões de calçados. Além de atuar no ramo do varejo, a marca trabalha com consultoras que revendem os produtos em casa. Atualmente, o negócio possui 25 mil revendedoras em todo país. Com investimento inicial de a partir de R$ 300, que seria a compra necessária de 12 pares de calçados, é possível ser uma consultora da marca. O prazo de retorno estipulado pela franqueadora é imediato.

  • Clube de Permuta

O Clube de Permuta é uma plataforma que realiza trocas multilaterais de produtos e serviços entre as empresas associadas, sejam elas de grande ou pequeno porte. O Clube de Permuta se diferencia por ser uma empresa focada no relacionamento entre empresários para, assim, gerar permutas multilaterais dentro da plataforma.

Na prática, a companhia A pode vender feijão para a B e, com o crédito que receberá na transação, poderá adquirir um automóvel da C. Para se tornar um franqueado, é necessário ter um relacionamento multisetorial com empresários da região de atuação, justamente porque cada cidade comporta apenas uma franquia.

O valor de investimento inicial varia de acordo com a cidade. Há quatro categorias que levam em consideração alguns critérios como o PIB e quantidade de CNPJs no local. Isso varia entre R$120 e R$450 mil. O tempo médio de retorno é de até 22 meses.

Leave a Reply